segunda-feira, 28 de março de 2011

Gabarito, Baldrame, Fundação e Alicerce

Nesse começo fiquei interessado por tudo quando é coisa que era feito em obras, e como eu nao era nenhum expert, comecei a pesquisar em tudo quanto é site que falava no assunto. Foi ai que encontrei duas apostilas que me deram ja um conhecimento basico sobre a coisa.
Acesse esses dois links e vejam ou baixe as apostilas:
http://permacoletivo.files.wordpress.com/2008/05/m_obra.pdf
http://www.conder.ba.gov.br/cartilha_pedereiro.pdf
Baldrame, alicerce, chame como quiser -- trata-se do "pé" da casa. Lembrando que "vigas" são iguais às colunas, só que ficam na horizontal, o baldrame é o conjunto de vigas interligadas que se sustenta sobre a fundação. A maior atenção que se deve ter nessa fase e na próxima (a construção do contrapiso) é com a impermeabilização, para evitar que as futuras paredes tenham aquele nada simpático tom verdinho que tanto desagrada os alérgicos.
Apos a terraplanagem do lote partimos para fazer a fundação da casa. Ja era um bom começo, pois como todos dizem, tudo começa pela base. Mas não imaginava as dificuldades que iam aparecer nesse momento.
Então, depois da terraplanagem, o pedreiro fez o gabarito da obra (onde ficará cada cômodo da casa no terreno) e a partir daí começou a furar buraco (fundação) que no nosso caso o engenheiro nos pediu que fosse feito sapatas de 1,2x1,2m no meio casa e tinha de ate 1,6x0.80m nas laterais da casa, e todas com 1,0m de profundidade.
Como não tínhamos equipamentos que fizesse a fundação pra gente os dois pedreiro, mas os ajudantes e eu começamos furação, teve dias que chovia a noite e no outro dia tinhamos que tirar a água para preosseguir a furação. Eram tantos buracos que minha mão começou a reclamar, pois ja tinha uma semana e tinhamos furado apenas dois buracos (a terra era muitoooooooo dura), entao contratei uma retroscavadeira que com 1 hora ela fez todos os buracos (12). Eu so pensava no concreto e armação que iria dentro dos buracos. Ah, pra não gastarmos tanto concreto usamos pedra marruada (alguns usam pedra cavacão), que seria uma sobra da pedra macaquinho (me corrijam se estiver errado).
Pelo menos um buraco eu furei. Mas deixou marcas nas mãos
Gente com máquina é bem mais facil
Gabarito


É para casa e não predio pessoal
Olhas os tocos de coluna ai


Sapata corrida


Haja concreto.







4 comentários:

  1. Muito bom o serviço realizado, estou com uma reforma e haja cimento rsssss.

    ResponderExcluir
  2. Só uma correção técnica no seguinte trecho: ''Lembrando que "vigas" são iguais às colunas, só que ficam na horizontal(...)''

    Há sim diferenças entre vigas, colunas e pilares; o que muita gente desconhece. A diferenciação é feita em termos de carga: Lajes transferem para vigas, que transferem para os pilares/colunas, que transferem as cargas para as fundações e as fundações transmitem para o solo. E assim é feita a distribuição de cargas. Laje→Viga→Pilar→fundação→solo.
    Logo, a análise estrutural será feita diferenciando os elementos de transmissão de carga citados.
    Assim, COLUNAS são elementos destinados a receber cargas verticais. As colunas se parecem com pilares. No entanto, as colunas costumam ser mais esbeltas (ou seja, a relação base x altura é muito pequena. Uma base de 20 cm com uma altura de 4,00 m é considerada esbelta).
    PILARES são elementos também destinados a receber cargas verticais.
    VIGAS são elementos destinados a transferirem cargas de um lugar para outro.

    ótimo post. Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Na Arquitetura pilar é um elemento de seção retangular, e coluna de seção cilíndrica, ou no popular, pilar é quadradinho , coluna é redondinha, rsrsrsrs e nao tem nada a ver com a esbeltez,
    (esbeltez apenas entraria no calculo da famblagem do pilar ou da coluna para seu dimensionamento)

    ResponderExcluir
  4. Grato por todos comentários....

    ResponderExcluir